0

As oportunidades e os desafios para o desenvolvimento sustável da lavoura cacaueira são os principais temas de um encontro que vai reunir cerca de 80 pessoas no Mars Centro de Ciência do Cacau (MCCS), iniciativa da Mars focada no desenvolvimento do cacau brasileiro.

O evento, que será realizado na Escola Municipal Virginia Mars, em Barro Preto (BA), irá receber produtores de cacau, trabalhadores rurais, bem como executivos de empresas parceiras e representantes de órgãos municipais e estaduais da Bahia.

Durante todo o dia, o público participante irá promover um intercâmbio de ideias, onde por meio de oficinas vão poder trocar experiências e se capacitar com pessoas atuantes na cadeia do cacau, além de discutir projetos realizados pelo MCCS, na região de Barro Preto, no Sul da Bahia.

O evento, desenvolvido pela Mars e CocoaAction, iniciativa da Fundação Mundial do Cacau (WCF), em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT); Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT); Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais CONTAR); Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária); Ministério do Trabalho contou com a mobilização também de outras instituições privadas, além de Sindicatos Rurais.

Programação

Durante a programação, os participantes se dividirão em grupos para discutir cinco temas:

1. Trabalho Análogo ao Escravo e Trabalho Infantil: como erradicar essas práticas é vital para a ética na produção de cacau. Garantir condições de trabalho justas e seguras é essencial para a sustentabilidade da lavoura cacaueira;

2. Formalização das Relações Trabalhistas e Programas Sociais: a formalização proporciona segurança e benefícios aos trabalhadores, promovendo uma força de trabalho mais estável e satisfeita. Programas sociais fortalecem as comunidades rurais;

3. Monilíase do Cacaueiro e CaMMV – Vírus do Mosaico Moderado do Cacau: o controle de doenças é fundamental para a produtividade do cacau. O conhecimento sobre essas ameaças permite a adoção de medidas preventivas;

4. Enxertia de Mudas de Cacau: a enxertia é uma técnica crucial para melhorar a qualidade e a resistência das mudas de cacau, contribuindo para a produtividade;

5. Saúde e Segurança no Trabalho: garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável é essencial para a proteção dos trabalhadores e a continuidade das operações nas plantações de cacau.

Todas as atividades desenvolvidas fazem parte dos princípios da Mars com a população local, além de fomentar um dos compromissos da unidade de ensino, onde o evento acontece. A Escola Estadual Virginia Mars é a primeira unidade escolar do Brasil a ter em sua grade de ensino as disciplinas “Cacau para Gerações” e “Meio Ambiente”. Hoje o espaço atende mais de 250 alunos e visa transformar a vida de cerca de 300 famílias da região, o que totaliza quase 1.500 pessoas.

“Entender e abordar esses desafios é essencial para garantir que a lavoura cacaueira possa continuar a fornecer cacau de alta qualidade de maneira sustentável e protegida. A Mars que tem como objetivo reforçar o compromisso em criar uma cadeia de fornecimento de cacau mais inclusiva, moderna e sustentável, beneficiando as pessoas e o planeta. Todas nossas iniciativas priorizam questões ligadas aos direitos humanos, principalmente voltada para os produtores do fruto, e à proteção ao meio ambiente”, enfatiza Luiza Santos, coordenadora de Assuntos Corporativos da Mars.

Além de estabelecer conexões e entender mais sobre o tema, durante a visita, o público poderá conhecer um pouco mais sobre os fundamentos de como melhorar a produtividade e a sustentabilidade da cadeia produtiva do cacau da Mars. A companhia, como uma das principais empresas do setor e detentora das marcas M&M’S, SNICKERS, TWIX, tem o compromisso global de desenvolver e apoiar iniciativas cada vez mais sustentáveis, destacando a importância da inovação para melhorar a relação da indústria de alimentos e o meio ambiente, além de estimular o consumo consciente por parte das pessoas.

Chiessi
Jornalista do Prime Times, Beatriz Chiessi é formada em Gestão Empresarial e possui MBA em Jornalismo Digital. Especialista na produção de conteúdo há 5 anos.

    Avell é Reconhecida com o Selo RA 1000

    Artigo Anterior

    Pix: A Revolução Financeira que Impulsionou o Brasil em 2023 e Continuará em Destaque em 2024!

    Próximo Artigo

    Veja também

    Mais sobre Negócios